Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Natal 2008 - As fotos

por Helder Robalo, em 26.12.08
Mais um Natal cheio de tradição passou, agora resta fazer um resumo (por mais completo que seja, fica sempre algo por contar) para todos aqueles que não puderam estar presentes.

Eram cerca de 14:45 do dia 24 quando se começou a ver algum fumo para os lados da Igreja Matriz. O madeiro já fumegava e “com muita força”. Ainda houve quem lhe tentasse acalmar a “fúria”, mas sem surtir qualquer efeito. De um lado o madeiro ardia e do outro preparava-se o fogo de artifício para logo há noite.

Mais tarde, por volta das 00:45, iniciou-se a tão esperada Missa do Galo, mas ouvia-se várias pessoas dizer “está fraco este ano…” e bastou entrar na igreja para entender o porquê. Embora houvesse bastante gente para assistir há missa, notava-se que, comparando com os outros anos, o número de pessoas era bem menor.

O ponto alto da Missa do Galo é sem dúvida o momento em que se vai beijar o Menino Jesus. Depois de toda a gente o fazer, alguns até mais do que uma vez, foram indo para junto do Campanário, há espera do tradicional balão de ar quente.

Cá fora, e já com o balão “ao alto”, muitas foram as vozes que disseram “o balão é mais pequeno!”, vozes essas que depois viriam a aplaudir o mesmo ao ver que este ano estava a ser introduzida uma novidade. Uma vez mais o pirotécnico da nossa terra, o Ti Zé Robalo, voltou a colocar no ar mais um balão, que, desta vez, até teve direito a transportar uma descarga de fogo que rebentou já com o balão bem alto, para gáudio de todos os presentes. E, logo a seguir, procedeu-se à normal descarga de fogo de artifício.

Acabado o espectáculo pirotécnico, todas as atenções se viraram para junto da Casa Grande (a Casa das Freiras ou Solar Megre), junto da qual surgiram os Tapori a Bombar, para alegrar ainda mais as pessoas e dar um espectáculo para a câmara da equipa de reportagem da SIC que este ano voltou a comparecer na nossa aldeia para fazer uma reportagem sobre esta tradição de Natal que se vive em Aldeia de Santa Margarida e que é considerada única em Portugal. A reportagem da mesma passou no jornal da uma no mesmo canal televisivo.

Quanto aos Tapori a Bombar, esta actuação do recém formado grupo de bombos durou algum tempo, animou toda a gente e demonstrou uma vez mais que tem havido treino da sua parte e uma melhoria constante da qualidade.

No dia seguinte, dia 25, realizou-se a missa de Natal há hora prevista (16:00) e no final, depois de se beijar o Menino Jesus, lançou-se o segundo e último balão de ar quente. Ao início parecia estar a haver algum problema derivado ao vento que se fazia sentir, mas a mestria do Ti Zé robalo acabou por fazer subir o balão sem problemas.

Com este último “ritual” dá-se por terminado o Natal em Aldeia de Santa Margarida.

Fica o desejo dos moderadores do blogue que o próximo Natal seja ainda melhor que este. Quem sabe até com mais gente na Aldeia e com a Igreja Matriz, à semelhança do que sucedia no passado, a ser pequena para tantas pessoas.

Deixamos ainda algumas fotografias destes dois dias de festa, para quem não foi à aldeia e até para aqueles que estiveram presentes e têm já saudades.

David Martins e Helder Robalo


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:43



Mais sobre mim


Junta de Freguesia de Aldeia de Santa Margarida

http://www.jf-aldeiastamargarida.pt/

Hino de Aldeia de Santa Margarida


Calendário

Dezembro 2008

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Pesquisar

  Pesquisar no Blog





Números Úteis

Junta de Freguesia
277 313 545

Centro de Saúde
277 313 293

Paróquia
277 937 200

Liga dos Amigos de ASM
277 107 416
931 117 116 (João Camejo)

Centro de Dia de ASM
277 313 122

Associação de Caçadores de ASM
964 555 898 (José Francisco Prudente)

Grupo de Cantares de ASM
965 464 190 (Zélia Curto)
277 313 545 (Tlf. da Junta de Freguesia)

Os Tapori a Bombar - Grupo de Bombos de ASM
919 820 154 (Samuel Pereira)
964 148 017 (Ricardo Barroso)
ostaporiabombar@gmail.com

Pirotécnica Beirense
277 313 478
962 935 544

GNR de Idanha-a-Nova
277 202 128

Bombeiros de Idanha-a-Nova
277 202 456



Ver Estatísticas